RECIFE, Brasil, 30 de novembro de 2017.- A violência virou uma preocupação no futebol brasileiro. Os números mostram que atingimos níveis assustadores, com mortes sendo anunciadas pela imprensa praticamente em todas as rodadas do Campeonato Brasileiro. Com o objetivo de levantar esta discussão e buscar soluções imediatas, a Bertini Produções e Eventos (BPE) e o jornalista esportivo Beto Lago realizam entre os dias 5 e 7 de dezembro, na Universidade Salgado de Oliveira – Universo, o I Congresso Internacional de Esportes de Pernambuco (CIEPE).

Para não perder o foco da violência, a proposta deste primeiro congresso é abordar temas voltados ao futebol. No primeiro dia, as mesas apresentam discussões sobre o direito esportivo e segurança no futebol, com ações de combate à violência além dos projetos de responsabilidade social dos clubes. No segundo dia, as temáticas passam por inovações técnicas e táticas, propostas de melhorias de calendários e arbitragens e a saúde atlética como referência de desempenho. No terceiro dia, novas oportunidades de negócios, com ênfase em marketing, comunicação e a criação de museus nos clubes.

“Tivemos o cuidado de apresentar temáticas que possam trazer propostas para reformular o futebol e, principalmente colocar em pauta o crescimento absurdo de violência dentro e fora dos estádios. Vamos transformar Pernambuco é um centro permanente de debates esportivos no País”, explica o jornalista Beto Lago, coordenador de conteúdo do congresso.

“Lamentavelmente, as brigas e mortes acontecem durante as competições nacionais, de tal sorte que se torna necessária uma ampla discussão que promova o compromisso por soluções rápidas. É essencial se buscar por iniciativas que combatam a falta de punições e que tragam de volta a satisfação por estar em uma partida de futebol”, complementa a produtora da BPE e produtora executiva do CIEPE, Sandra Bertini.

Entre os nomes presentes ao congresso estão do ex-governador e ex-ministro Gustavo Krause, Eduardo Araripe (especialista em torcidas organizadas), o advogado e auditor do STJD Fábio Boson, o comentarista de arbitragem da ESPN Sálvio Spinolla, Manoel Silva (Love fútbol), Fábio Silva (VP de Responsabilidade Social do Sport), os treinadores Vanderlei Luxemburgo e Matheus Costa (atualmente no Paraná Club), o médico e chefe da equipe médica na Copa do Mundo de 2014/Recife Romeu Krause.

Outro tema importante que será discutido no congresso se refere ao mercado econômico. Até mesmo por conta dos números do futebol brasileiro que chegam a assombrar. Os 20 clubes da Primeira Divisão mais o Inter/RS (que está na série B) têm dívidas trabalhistas que somam R$ 2,4 bilhões, quase o dobro do valor do estádio Mané Garrincha, em Brasília (custou R$ 1,4 bilhão).

“Este é um momento de levantar discussões importantes. E mostrar como devemos buscar novas receitas e novos negócios no futebol. É preciso discutir novas ideias no marketing e não ficar preso nas mesmices”, destaca Beto Lago. Vale destacar que o licenciamento dos clubes brasileiros representam 0,1% dos R$ 70 bilhões movimentados pelo esporte global. Lembrando que o Brasil é o maior mercado de mídia e entretenimento entre os emergentes, contando com 160 milhões de torcedores e que 80% acompanha futebol na mídia.

A novidade fica por conta de uma mesa que irá discutir sobre museus. Além da presença dos representantes dos museus do Futebol e do Internacional, vamos ter a apresentação dos museus do Sport e do Náutico.

As inscrições para o I Congresso Internacional de Esportes de Pernambuco podem ser feitas pelo site www.ciepe.com.br, com preços diferenciados para estudantes e estudantes da Universo.

Homenagem

Para este primeiro ano do CIEPE, os organizadores vão prestar uma homenagem ao comentarista Luís Cavalcante, recentemente falecido. Baiano de alma pernambucana, o “Comentarista da Palavra Abalizada”, como ficou conhecido no rádio, começou na Rádio Cultura de Ilhéus como narrador, passando por diversas rádios da Bahia.

Luís chegou ao Recife em 1955. Passou por várias rádios, mas todos recordam seu longo período como comentarista na Rádio Jornal do Commercio. O seu último trabalho foi na Rádio Transamérica, trabalhando ao lado de jovens talentos que davam seus primeiros passos na imprensa. Comandou a delegação do Sport, em 1958, para uma excursão até o Norte do País. Ganhou o apelido de “Palavra Abalizada” em 1970, na Rádio Jornal. Virou benemérito da Associação dos Cronistas Desportivos de Pernambuco (ACDP), cidadão recifense, cidadão pernambucano, sem contar os diversos títulos que recebem, aqui e fora do Estado.

Luís Cavalcante tinha o respeito e o carinho de todos, radialistas, jornalistas, torcedores e dirigentes. Não vestia a camisa de um clube no Estado da Bahia ou aqui em Pernambuco. Sua camisa era a verdade, a sinceridade, a honestidade. Luís Cavalcante soube ser um profissional pautado pela imparcialidade, correção e ética. Era respeitado por todas as torcidas.

Cronograma do Evento

Dia 05 de dezembro

9h às 10h – Abertura do Congresso

Presença de autoridades estaduais e municipais, presidentes dos clubes e entidades pernambucanas.

10h às 13h – Segurança no Futebol

Sala 01 – Novas Técnicas para o Combate à Violência no Futebol

Mesa

George Guilherme (Coordenador) – Jornalista / Rede Globo Nordeste

Aílton Alfredo – Juiz, ex-presidente do Juizado do Torcedor e presidente do Instituto Pernambucano de Direito Desportivo

Eduardo Araripe – Mestre UFPE e Especialista em torcidas organizadas

Gustavo Krause – Consultor, ex-prefeito, ex-governador, ex-ministro

Tibério Noronha – Major e Subcomandante do Batalhão de Choque da Polícia Militar de Pernambuco

15h às 18h – Direito Esportivo

Sala 01 – O Fortalecimento dos Tribunais para o Fortalecimento das Competições

Mesa

Marcelo Cavalcante (Coordenador) – Jornalista / Rede Globo Nordeste

Delmiro Campos – Desembargador Substituto do Tribunal Eleitoral de Pernambuco e Membro do TJD de Pernambuco

Fábio Menezes – Advogado e Vice-presidente da Comissão de Direito Desportivo da OAB/PE

Flávio Boson – Auditor do STJD e Auditor do Tribunal Pleno do STJD da CBDA

Jório Valença – Presidente do Tribunal de Justiça Desportiva de Pernambuco

15h às 18h – Responsabilidade Social

Sala 02 – Um Novo Papel dos Clubes de Futebol

Mesa

Léo Medrado (Coordenador) – Radialista / Rádio CBN

Fábio Silva – Vice-presidente de Responsabilidade Social do Sport e presidente das ONGs Novo Jeito e Porto Social

Isabel Luchesi – Relações Públicas do Santos e responsável pelo programa de Responsabilidade Social Muito Além do Futebol

Diogo Netto – Diretor da CBF Social

Manoel Silva – Diretor da ONG love fúbal

Dia 06 de dezembro

10h às 13h – Inovações Técnicas no Futebol

Sala 01 – Questões Táticas e Novas Propostas

Mesa

Carlos Eduardo (Coordenador) – Radialista / Rádio Transamérica

Fabiano Souza Chokito – Professor Cursos de Graduação de Educação Física da Universo

Matheus Costa – Técnico de Futebol (Paraná Club)

Ricardo Rocha – Ex-jogador, ex-técnico de futebol e atualmente comentarista da SporTV

Vanderlei Luxemburgo – Técnico de Futebol (sem clube)

15h às 18h – Inovações Técnicas no Futebol

Sala 01 – Regulamentos, Calendários e Arbitragens

Mesa

André Luiz Cabral (Coordenador) – Radialista / Rádio Jornal e presidente da Associação dos Cronistas Desportivos de Pernambuco

Cabral Neto – Jornalista, comentarista da Rede Globo Nordeste

Emerson Sobral – Presidente da Comissão de Arbitragem da Federação Pernambucana de Futebol

Murilo Falcão – Diretor de Competições da Federação Pernambucana de Futebol (FPF)

Sálvio Spinolla – Ex-árbitro e comentarista de arbitragem da ESPN

15h às 18h – Inovações Técnicas no Futebol

Sala 02 – Saúde no Esporte: Aspectos Fundamentais para a Prática do Futebol

Mesa

Claudemir Gomes (Coordenador) – Jornalista / Rádio Clube

Aritana Azevedo – Psicóloga de Futebol do Sport Club do Recife

Clóvis Calado – Fisicultor do Santa Cruz Futebol Clube

Romeu Krause – Médico, diretor do Itork e coordenador da área médica Fifa na Copa das Confederações 2013 e Copa do Mundo 2014

Tomás Mesquita – Cardiologista

Dia 07 de dezembro

10h às 13h – Economia e Negócios

Sala 01 – Marketing, Relação Social, Cultura e Comunicação no Ambiente dos Clubes

Mesa

Beto Lago (Coordenador) – Jornalista / Editor Grupo Torcida

Carlos Renato – Publicitário e sócio da Agência Sou Match

Cássio Zirpoli – Jornalista e colunista do Diário de Pernambuco

Giovanni Di Carli – Jornalista, mestre em marketing e vice-presidente do Grupo BG9

Sid Vasconcelos – Executivo de Operações e responsável pelo marketing, comercial, eventos e programa de sócios do Sport

15h às 18h – Economia e Negócios

Sala 01 – Novas oportunidades de Negócios no Futebol: Museus

Mesa

Alfredo Bertini (Coordenador) – Economista / Secretário de Infraestrutura do Ministério da Cultura

Aluísio Câmara – Museólogo, historiador e coordenador-geral do Projeto Museu do Sport Club do Recife

Daniela Amaral – Coordenadora do Museu do Internacional de Porto Alegre

Eric Klug – Diretor do Museu do Futebol, em São Paulo

Márcio Borba – Economista, ex-presidente do Náutico e responsável pelo Projeto Museu do Clube Náutico Capibaribe.

Comments are closed.